Como Viajar Durante a Pandemia de Covid

Se no início de 2020 muitos de nós pensávamos que 2021 seria o ano em que a nossa vida voltaria à normalidade e que as viagens voltariam a fazer parte da nossa vida, neste momento já todos percebemos que esse regresso será mais lento do que esperávamos. A vacina para a COVID já existe mas ainda falta algum tempo para atingirmos a tão desejada imunidade de grupo necessária para o dito regresso ao “normal”.

Entretanto, milhares de destinos um pouco por todo o mundo continuam em standby nas listas de viagens de sonho de viajantes de todo o mundo. Com uma abertura gradual de fronteiras já ao virar da esquina, já começamos, no entanto, a sonhar com viagens futuras. Neste artigo deixo-vos algumas informações úteis sobre como viajar durante a pandemia de Covid para viagens seguras e felizes.


1. Pesquisar informação oficial sobre número de infeções COVID

As informações sobre os números de infeções COVID estão em constante atualização. Assim, o que se verificava há umas semanas pode não se manter na data em que pretendem viajar (veja-se a escalada abismal de casos em Portugal em novembro, depois de meses de aparente tranquilidade).

O primeiro passo neste guia sobre como viajar durante a pandemia de COVID terá de ser obrigatoriamente a pesquisa de informação atualizada e fidedigna sobre o estado de infeções nos destinos que pretendem visitar. Sites como o do ECDC (Centro Europeu para a Prevenção e Controlo de Doenças), dar-vos-ão informação atualizada como a do mapa que encontram na imagem abaixo.

Mapa de infeções Covid | Viajar durante a pandemia de Covid
Créditos da Imagem: ECDC

2. Verificar as regras de entrada no destino escolhido em sites oficiais

Por esta altura já se começa a avistar a luz ao fundo do túnel à medida que cada vez mais países vão levantando as restrições ao turismo. No entanto, a abertura das fronteiras não significa entrada totalmente livre.

A obrigação de quarentena e de apresentação de teste COVID negativo à entrada a que se juntam, por vezes, mais testes à chegada, são algumas das condições impostas a todos aqueles que têm como intenção entrar num país como turistas.

Assim, antes de decidirem comprar o voo para aquele destino de sonho, recomendo que consultem previamente sites oficiais como, por exemplo, o Portal das Comunidades Portuguesas do Ministério dos Negócios Estrangeiros ou o site Re-Open Europe da Comissão Europeia, onde poderão encontrar informação atualizada e útil sobre o estado da pandemia e as condições de entrada em vários destinos europeus e internacionais.


3. Instalar uma app de rastreio de contactos

Uma app como a STAYAWAY COVID, poderá ajudar a perceber se estiveram em alguma altura em contacto com um portador de COVID, evitando um agravamento da doença e o contágio a outras pessoas. A app mantem-se permanentemente ativa, e gera identificadores aleatórios em cada telemóvel que são depois comunicados a outros telemóveis via Bluetooth, sem no entanto revelar quaisquer dados pessoais.

Caso tenham sido diagnosticados COVID positivo, deverão aceder à app e inserir o código que vos foi dado pelo médico. Desta forma, qualquer pessoa que tenha entrado em contacto direto convosco nos últimos tempos, receberá uma notificação para que possa proceder também a uma despistagem de possível contaminação. A app funciona não só em Portugal mas também noutros países europeus

Stayaway app | Viajar durante a pandemia de Covid
Créditos: STAYAWAY Covid

4. Verificar as condições de segurança e higiene de alojamento e operadores turísticos

A pandemia veio obrigar ao reforço das condições de higiene e segurança das unidades e alojamento, espaços de restauração e operadores turísticos. Medidas como o aumento do distanciamento de mesas em restaurantes e bares, desinfeção profunda regular de quartos e espaços públicos em hotéis e outras unidades de alojamento, e uma redução do número de participantes em atividades turísticas, passaram a ser prática comum um pouco por todo o mundo.

No entanto, há sempre quem não cumpra estas regras com rigor. Certificações como a “Clean & Safe” implementada pelo Turismo de Portugal, ou a “Safe Travels” do World Travel and Tourism Council, oferecem uma garantia de cumprimentos de regras por parte dos estabelecimentos que exibam estes selos.

Por isso, se estão a pensar em viajar durante a pandemia de Covid, façam questão de questionar o alojamento ou operador de turístico sobre as certificações COVID e pedir-lhes informações sobre as medidas de higiene e segurança implementadas.

Clean & Safe Turismo de Portugal | Viajar durante a pandemia de Covid

5. Fazer SEMPRE um teste Covid antes de embarcar num avião

Infelizmente, nem todos os destinos obrigam os seus visitantes a realizar um teste COVID pré-viagem. Alguns oferecem a possibilidade de se realizar esse teste apenas à chegada ao país. Algo que considero um erro grave. Embarcar num avião, onde se encontram dezenas ou mesmo centenas de passageiros, sem ter a certeza que não se está infetado é um ato de total desrespeito e irresponsabilidade. Pessoalmente, fico em pânico ao entrar num avião e sentar-me ao lado de alguém que não sei se está contaminado.

Para além dos riscos associados à possível contaminação de outros, existe também a questão da perda de tempo. Ao terem de fazer testes à chegada ao destino, perdem horas de espera em filas, correndo até o risco de terem de ficar em quarentena enquanto o resultado não é apresentado. Tempo este que poderiam estar a aproveitar para conhecer o destino e assim rentabilizar o investimento que fizeram naquela viagem. É um risco totalmente desnecessário.

Destinos como os Açores ou a Madeira, por exemplo, oferecem teste COVID gratuito a todos aqueles que apresentem comprovativo de bilhete de avião adquirido. E mesmo assim, há quem prefira fazer à chegada, algo que não compreendo.

Viajar durante a pandemia de Covid

Lê também o artigo:
Açores | Como viajar para os Açores em tempos de Covid


6. Fazer um Seguro de Viagem com cobertura COVID

Este passo é algo que recomendo em qualquer altura, mas que considero particularmente importante quando pensamos em viajar em plena pandemia de Covid, uma altura em que tudo pode mudar de um momento para o outro, condicionando quaisquer planos de viagem.

A contratação de um bom seguro de viagem garante a vossa segurança em caso de cancelamento de voos, roubos ou perdas de documentos importantes e equipamento eletrónico, assim como a cobertura de despesas associadas a tratamentos hospitalares e até repatriamento em caso de necessidade. Nem todos os seguros que existem no mercado oferecem cobertura para situações relacionadas com COVID, pelo que é importante ler com atenção as condições antes da sua contratação. 

Nos últimos tempos tenho contratado sempre os seguros de viagem da IATI Seguros para as minhas viagens, sejam elas pequenas escapadinhas ou viagens de maior duração. Os seus seguros incluem cobertura Covid (cancelamento da viagem em caso de COVID positivo, total assistência médica durante a viagem, quarentena e repatriação), o atendimento é feito em português 24 horas por dia e os preços são bastante acessíveis, considerando a amplitude das suas coberturas.

Aproveita o desconto de 5% na compra do seguro IATI através deste link.

Viajar durante a pandemia de Covid

 

Cuidados obrigatórios a ter durante a viagem:

  • Usar sempre a máscara, seja em locais fechados e transportes públicos, seja em locais ao ar livre com elevada concentração de pessoas.
  • Manter sempre um distanciamento de pelo menos 2 metros de outras pessoas, evitando qualquer contacto direto.
  • Lavar e desinfetar regularmente as mãos, evitando tocar na cara ao longo do dia.
  • Cumprir todas as regras impostas pelos governos dos destinos visitados
  • Mesmo que tenham já levado as duas doses da vacina, deverão manter de qualquer forma as regras de higiene e segurança habituais já que não se sabe se as pessoas vacinadas não poderão transmitir o vírus a outras pessoas de qualquer forma.
  • Se experienciarem sintomas parecidos aos do COVID, não viajem.

Gostaram do artigo? Há alguma outra recomendação que acham importante adicionar ao artigo? Deixem as vossas sugestões na caixa de comentários abaixo!

Para mais dicas úteis, fotos e videos, acompanha as minhas viagens através  do Instagram e Facebook.

Este artigo poderá conter links de afiliados.

PLANEIA A TUA VIAGEM COM ESTES LINKS ÚTEIS

Alojamento:
Para reservas de alojamento uso sempre o Booking ou o AirBnb.

Voos:
Para encontrares os melhores voos para as tuas viagens recomendo o Jet Radar

Seguro de Viagem:
Para te manteres segura em viagem recorre aos seguros da IATI Seguros (desconto de 5%) ou da World Nomads 

Tours e Atividades:
Para reserva de tours e atividades em vários destinos recomendo a Get Your Guide ou a Viator

Alugar Carro:
Para alugar carro uso sempre a Rentalcars.com

Transportes:
Para compra de bilhetes para transportes na Ásia recomendo o 12go.asia ou o Baolau

Nascida e criada em Lisboa, Portugal, mas apaixonada pelo mundo. Adoro partilhar as minhas histórias de viagem, fotografias e videos e aconselhar e inspirar quem partilha a mesma paixão pelas viagens!

Gostaste do artigo? Deixa aqui o teu comentário!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: