O que fazer na Ericeira e Mafra num fim de semana

A Ericeira fazia parte das minhas escapadinhas de fim de semana há já vários anos. Muitos foram os sábados ou domingos em que me vi a “fugir” de Lisboa rumo a esta encantadora vila piscatória, localizada a apenas 30 minutos da capital. Uma gastronomia deliciosa onde o peixe e o marisco são reis, um ambiente descontraído, boas vibrações e uma constante vista sem igual sobre o azul profundo do Oceano Atlântico, eram alguns dos aspetos que me faziam regressar constantemente à Ericeira.

Entretanto descobri também Mafra, a 5 minutos de distância, e vários dos seus encantos a nível de paisagens naturais e património histórico. Hoje deixo aqui várias sugestões de o que fazer na Ericeira e em Mafra para aproveitares da melhor forma uma próxima escapadinha de fim de semana.


1. Dar um passeio a pé ou de bicicleta pela Tapada de Mafra

Criada no século XVII como complemento ao Palácio-Convento de Mafra, e usado como espaço de recreio pela Coroa portuguesa, a Tapada de Mafra é hoje uma floresta encantada com 1200 hectares, habitada por vários animais selvagens como veados, javalis ou gamos, acessível a todos aqueles que se deliciam com atividades em plena natureza.

Está aberta todos os dias, das 9h30 às 18h30, e pode ser percorrida a pé, de bicicleta (própria ou alugada) ou de comboio. Eu fiz um dos seus trilhos de bicicleta e não podia ter tido melhor experiência. O ambiente é tranquilo, a natureza de uma beleza incrível e a possibilidade de ver animais selvagens em liberdade no seu habitat é impagável. Existem também outras atividades disponíveis como o Atelier de Falcoaria e de Apicultura e demonstrações de voo livre. 

Website: Tapada de Mafra


2. Almoçar ou jantar num dos muitos excelentes restaurantes na Ericeira

Se há coisa que não falta na Ericeira é uma larga seleção de restaurantes que fazem as delícias de quem visita a zona. Desde o peixe fresco da Esplanada Furnas, localizada sobre as rochas junto ao mar no centro da Ericeira, até à inesquecível Sopa Rica do Mar do restaurante Estrela do Mar ou o marisco delicioso e o serviço atencioso do restaurante O Rochedo, ambos localizados em Ribamar, a 5 minutos a norte da Ericeira. 

Caso procures algo mais para além de peixe e marisco, sugiro que dês uma chance então a uma das muitas pizzarias que existem na Ericeira, como a Pizzeria Pão d’Alho ou a Souldough, localizada na Carvoeira, a caminho da Praia de São Julião, o restaurante Golfinho Azul em São Lourenço, o restaurante de sushi Uni Sushi ou a casa de petiscos espanhóis La Popular (ambos no centro da Ericeira) que, prometo, não te desiludirão. 

Lê também o artigo
9 Sugestões de Restaurantes na Ericeira e Arredores

3. Passear pelo centro histórico da Ericeira

A Ericeira já não é a pequena vila piscatória que em tempos foi. Com os anos estendeu os seus limites, crescendo à medida que mais pessoas iam descobrindo os seus encantos tanto como destino de férias como local de residência. Mas algo que se conseguiu manter fiel ao que era foi o seu centro histórico, com as suas tradicionais casinhas brancas, as suas ruas empedradas (onde não deviam passar carros mas infelizmente passam) e os inúmeros detalhes que revelam a sua essência e história em cada esquina. 

Perde-te nas suas ruas, bebe um café ou delicia-te com um gelado no Largo do Jogo da Bola, enquanto aprecias o vaivém de pessoas que ali circulam descontraidamente. Admira a vista desimpedida sobre o Oceano Atlântico e deixa o tempo passar. Garanto que vai valer a pena. 


Booking.com

4. Surfar ou aprender a surfar na Ericeira

Em 2011 a Ericeira entrou oficialmente para a lista dos melhores destinos de surf do mundo, ao ver a faixa de 8 km localizada entre a Praia da Empa e a Praia de São Lourenço classificada como Reserva Mundial de Surf, a única até ao momento na Europa. Apelidada de “parque de diversões aquático”, a Ericeira faz as delícias de qualquer amante de ondas. 

Vista sobre a Praia de São Sebastião na EriceiraSe ainda não tratas a prancha por tu mas está na lista, então o melhor será começar por fazeres umas aulas de surf com alguém que sabe o que faz, como por exemplo o Márcio da escola de surf The Ocean, que não só te ensina a surfar na prática, como te dá a teoria necessária para aprenderes como funcionam o mar e as ondas. As aulas (privadas ou em grupo, num máximo de 5 pessoas) decorrem na praia de São Julião, e a única coisa que tens de levar contigo é boa disposição e vontade de aprender.

https://www.instagram.com/p/CCb937THm6n/

5. Visitar o Palácio Nacional de Mafra, Património da Humanidade

Não podia falar de Mafra sem referir, obviamente, o seu ex-libris: o Palácio Nacional de Mafra. Mandado construir no século XVII e classificado pela UNESCO como Património da Humanidade em 2019, o Palácio ocupa um espaço de 40.000 m2 em pleno centro de Mafra. A sensação que temos ao visitá-lo é a mesma que temos quando visitamos, por exemplo, o Palácio da Pena, em Sintra: somos de repente transportados numa viagem pelo tempo para uma altura em que reis e rainhas o usavam como uma espécie de “casa” de férias. São inúmeras divisões, todas preservadas de acordo com a sua disposição original. 

Para além do Palácio é possível visitar também a imponente Basílica, onde pontualmente se realizam concertos de carrilhões (sinos), e a Biblioteca que é absolutamente incrível (eu e os livros…). O Palácio e a Basílica estão abertos para visitas todos os dias (excepto 3ª feira) das 09h30 às 17h30 e a Biblioteca às segundas, quartas, quintas e sextas-feira das 09h30 às 16h (consulta de livros exige marcação prévia).

Website: Palácio Nacional de Mafra



6. Explorar as várias praias da Ericeira e arredores

Não há como pensar na Ericeira e não se ser de imediato remetido para uma imagem de uma praia rodeada por falésias imponentes. As praias são, sem dúvida, um dos seus maiores atrativos e, felizmente, são muitas, para todos os gostos. Quer as procures quase exclusivamente pelas suas ondas, quer o objetivo seja passar umas valentes horas esparramada na areia a aproveitar cada raiozinho de sol, escolha não te faltará. 

A Praia dos Pescadores e a Praia do Sul são ideais para quem quer ficar perto do centro da vila. Se não te importas de passear alguns minutos de carro, a Praia de São Lourenço, de São Julião ou da Calada poderão ser excelentes opções. E se vives para as ondas não há como não passar na mítica Ribeira d’Ilhas ou na Praia da Empa, por exemplo. 

Lê também o artigo
As 12 Melhores Praias na Ericeira e Arredores

7. Percorrer as falésias da Ericeira a pé

São vários os trilhos que podes fazer na Ericeira a pé. Calça uns bons sapatos de caminhada (os meus Merrell Waterpro Maipo 2 nunca desiludem) e segue os caminhos marcados no topo das arribas que delimitam a costa. Distrai-te com uma vista ininterrupta sobre o Oceano Atlântico, atravessa antigos campos agrícolas e explora pequenas povoações nas imediações, antes de regressares de novo para o centro da Ericeira. 


8. Visitar a Aldeia Típica José Franco

Este é um espaço que faz regularmente a delícia quer de adultos, quer de crianças. A aldeia típica José Franco é uma recriação de uma típica aldeia portuguesa, construída na década de 60 pelo oleiro José Franco. Tem um castelo, um moinho, uma loja primária, uma loja de música, uma loja de costura e muito mais, numa espécie de Portugal dos Pequeninos localizado entre Mafra e a Ericeira. A entrada é livre e tens locais de refeição no interior. 


E aqui tens algumas sugestões que te podem ajudar a planear uma próxima visita a Mafra e à Ericeira. Espero que te sejam úteis e que as aproveites tanto quanto eu. Boa viagem!

Para mais dicas úteis, fotos e videos, acompanha as minhas viagens através  do Instagram e Facebook.

Este artigo poderá conter links de afiliados.

PLANEIA A TUA VIAGEM COM ESTES LINKS ÚTEIS

Alojamento:
Para reservas de alojamento uso sempre o Booking ou o AirBnb.

Voos:
Para encontrares os melhores voos para as tuas viagens recomendo o Jet Radar

Seguro de Viagem:
Para te manteres segura em viagem recorre aos seguros da IATI Seguros (desconto de 5%) ou da World Nomads 

Tours e Atividades:
Para reserva de tours e atividades em vários destinos recomendo a Get Your Guide ou a Viator

Alugar Carro:
Para alugar carro uso sempre a Rentalcars.com

Transportes:
Para compra de bilhetes para transportes na Ásia recomendo o 12go.asia ou o Baolau

Nascida e criada em Lisboa, Portugal, mas apaixonada pelo mundo. Adoro partilhar as minhas histórias de viagem, fotografias e videos e aconselhar e inspirar quem partilha a mesma paixão pelas viagens!

12 Comments

  1. Amei estas dicas de Ericeira e Manfra. Não conheço ainda, mas entrou pra minha lista!

  2. Sil Mendes Reply

    Portugal é um país que quero muito explorar mais, pois só conheço Lisboa e Fátima . Já vou anotar essa dica de Ericeira e Mafra para quando eu for planejar minha viagem . Adorei!

  3. Elizabeth werneck Reply

    Uau! Portugal é muito incrível né? Tem cada lugar super bonito que a gente escuta falar pouco aqui no Brasil! Mas com certeza vou querer conhecer quando eu viajar novamente para a Terrinha!

  4. Eu passei muito rápido por Ericeira, mas tive mais tempo em Mafra para me apaixonar pelo palácio de Mafra! Que beleza! Ele é um dos palácios mais completos de Portugal. Na época, eu fui de trem e foi super tranquilo.

  5. Como filho de portugueses, passei boa parte da vida entre Lisboa e o Porto. Ericeira era aquele passeio de fim de semana, achava mágico. Seu post foi uma viagem no tempo.

  6. Roberto Caravieri Reply

    Eu adorava ir pra Ericeira quando tinha uns dias livres e morava em Portugal. Adorei saber as outras coisas pra fazer, além das que eu conheço. Abraços.

    • É uma terra em constante crescimento. Não sei há quanto tempo não vai à Ericeira, mas se viesse de novo agora ficaria surpreendido, de certeza. 🙂

Gostaste do artigo? Deixa aqui o teu comentário!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: