Monsanto | Guia e Dicas de Viagem

A Beira Baixa faz parte da minha vida desde que me lembro. Zona da terra natal de parte da minha família (uma aldeia no concelho Castelo Branco), foi aqui que passei grande parte da minha infância durante as longas (mas curtas) férias de Verão. Tenho as melhores memórias desta zona. De brincar junto à ordenha da aldeia, de apanhar cerejas nos terrenos da família, das quentes tardes de Verão passadas dentro de um tanque de rega com os primos, onde partilhávamos a água com rãs e carpas que os mais velhos apanhavam na barragem. Mas a verdade é que ainda tenho muito para conhecer nesta zona. Decidi então começar com uma série de viagens pelas estradas da Beira Interior para que possa um dia dizer que conheço como deve ser o meu próprio país. O meu primeiro destino foi Monsanto, uma das aldeias históricas de Portugal e aquela que é distinguida como sendo a “mais portuguesa de Portugal”.

Com vestígios de presença humana desde a época do Paleolítico, Monsanto foi doada por D. Afonso Henriques à Ordem dos Templários após a sua conquista aos mouros em 1165. Localizada nas íngremes encostas de uma colina, a aldeia histórica de Monsanto é um local fascinante, onde me senti transportada para trás no tempo. 


Localização e Como Chegar

A aldeia histórica de Monsanto está localizado a cerca de 25km a nordeste de Idanha-a-Nova, na região da Beira Baixa. A estrada nacional N239 faz a ligação de Idanha a Monsanto num percurso com uma duração de cerca de 45m de carro. Se vens de Lisboa ou do Porto pela A1, tens de sair para a A23 na direcção de Abrantes/Torres Novas/Castelo Branco. Na A23 sai na saída de Alcains/Penamacor e segue as indicações para Idanha-a-Nova.

monsanto


Alojamento

  • Taverna Lusitana

A Taverna Lusitana encontra-se mesmo no centro da aldeia. É conhecida principalmente por ser um restaurante/bar/café com um ambiente típico e acolhedor mas tem também disponível 2 quartos para alugar: um quarto twin e um estúdio com 4 camas e uma kitchenette.

Link para reserva: Alojamento Taverna Lusitana

  • Casa Pires Mateus

A Casa Pires Mateus está também localizada no centro de Monsanto, numa casa antiga reconstruída. Tem disponível 3 quartos duplos e 2 quartos twin assim como uma cozinha onde os hóspedes podem cozinhar as suas próprias refeições.

Link para reserva: Alojamento Casa Pires Mateus


Onde comer

  • Taverna Lusitana

Se procuras um local típico para uns petiscos ou uma cervejinha fresca ao final da tarde numa esplanada com uma vista fantástica sobre a aldeia, a Taverna Lusitana é o local ideal para ti. Está localizada no centro da aldeia, a caminho do castelo.

Morada: Rua do Castelo, nº 19

  • O Fornvm dv Viriato

O Fornvm dv Viriato é um prolongamento da Taverna Lusitana e está localizado mesmo ao seu lado. As pizzas são o principal elemento da ementa e encontras aqui também uma esplanada com uma excelente vista.

Morada: Rua do Castelo, nº 19

  • Adega Tipica O Cruzeiro

A Adega Típica O Cruzeiro está localizada num edifício de traços mais modernos que os restantes edifícios da aldeia histórica de Monsanto, mas que consegue mesmo assim não destoar da paisagem que a rodeia. Aqui encontras menta pratos típicos como o ensopado de borrego, cabrito no forno, alheiras e ensopado de javali por exemplo.

Morada: Rua Fernando Namora 4


O que ver em Monsanto

  • Miradouro da Praça dos Canhões

Logo à entrada da aldeia, do lado direito da estrada, encontras o miradouro da Praça dos Canhões que te oferece uma vista magnífica sobre as planícies que rodeiam Monsanto. A vista pode ser apreciada lado a lado com os canhões em tempos usados como protecção do reino.

  • Igreja Matriz

Uns metros mais acima encontras a Igreja Matriz de Monsanto. Mantém ainda uma porta romana e diz-se que as suas origens datam do século XV, tendo sido restaurada no século XVIII. É um edifício imponente, perfeitamente conservado.

Monsanto

  • Castelo de Monsanto

O Castelo de Monsanto está localizado no ponto mais alto da colina, a 758 metros de altura. A subida é feita a pé, pelos caminhos de pedra que vão desde o centro da aldeia até às suas ruínas. Custa um bocadinho mas vale a pena! Apesar da escassa informação concreta sobre a sua origem, diz-se que poderá ter sido construído por volta do ano de 1165, durante o reinado de D. Afonso Henriques. Hoje em dia é ainda possível ver as ruínas da Torre de menagem, da capela de Nossa Senhora do Castelo, para não falar da vista absolutamente magnífica que tens sobre a aldeia e sobre os vales que a rodeiam. Todos os anos, em Maio, as ruínas do castelo são palco da festa de Santa Cruz, de origem pagã.

Monsanto

  • Gruta

A caminho do Castelo, escondida numa das ruas da aldeia, encontras uma gruta escavada numa grande rocha. No seu interior ainda consegues ver alguns vestígios da sua ocupação humana. É um espaço muito reduzido mas que não deixa de ter interesse do ponto de vista histórico.

Monsanto

  • Capela e Necrópole de São Miguel

Junto à entrada para o Castelo encontras esta capela românica da qual restam as paredes e um altar em pedra no seu interior. Não podes entrar na capela, mas é possível espreitar pelas grades que tapam a entrada, vendo a totalidade da sua área. Ao lado está a necrópole de São Miguel. Aqui podes ver sepulturas em pedra perfeitamente preservadas. Estas sepulturas (sem tampa) eram esculpidas nas rochas e tinham o formato do corpo ao qual eram destinadas.

  • Penedo do Pé Calvo

O Penedo do Pé Calvo é outro local perfeito para admirares a vista fabulosa que a aldeia histórica de Monsanto oferece. Está localizado na encosta do lado direito da colina, a meio do caminho do centro da aldeia para o Castelo.


Agradecimentos:

Monsanto

Nascida e criada em Lisboa, Portugal, mas apaixonada pelo mundo. Adoro partilhar as minhas histórias de viagem, fotografias e videos e aconselhar e inspirar quem partilha a mesma paixão pelas viagens!