Bangkok, Tailândia | Guia e Dicas de Viagem

Bangkok é uma cidade de emoções intensas. Quem a visita volta para a casa com a certeza de que amou ou detestou a cidade, o meio termo é raro. Enormes e modernos arranha-céus vivem lado a lado com bairros típicos onde costumes e tradições permanecem fortemente enraizados. O trânsito intenso apresenta-se como um caos controlado. A religião, tal como em toda Tailândia, é um elemento fulcral em Bangkok. Os templos espalham-se por toda a cidade às centenas, sendo paragem obrigatória para quem a visita. E a gastronomia? Para mim, uma das melhores do mundo, sem dúvida.


Vê o artigo Tailândia | Guia e Dicas de Viagem para mais info sobre a Tailândia


Localização

Bangkok está localizada junto ao Rio Chao Phraya, na região central da Tailândia.


Como chegar a Bangkok

O aeroporto internacional de Bangkok é um dos principais pontos de entrada no Sudeste Asiático, sendo local de partida e chegada de milhões de visitantes anualmente. É possível chegar facilmente a Bangkok de qualquer parte do país, seja de avião, de autocarro ou de comboio.

  • Avião

Existem 2 aeroportos na cidade: o Suvarnabhumi e o Don Muang. O primeiro é o maior aeroporto de Bangkok e o principal ponto de chegada e partida da maior parte dos voos internacionais, sendo o centro de operações da Thai Airways, Bangkok Airways e Orient Thai Airlines. O aeroporto de Don Muang, em tempos o único aeroporto da cidade, é hoje ponto de chegada e partida de voos domésticos e low cost.

A forma mais económica de chegar ao centro da cidade a partir do Aeroporto Suvarnabhumi é através do Airport Rail Link. A viagem tem uma duração máxima de 30 minutos e um valor entre os 15 e os 45 bahts (dependendo da estação de destino no centro de Bangkok). Do aeroporto de Don Muang a opção mais eficiente passará por apanhares o autocarro A1 à saída do terminal por 30 bahts até à estação de Mo Chit (a mais próxima do aeroporto), onde poderás depois apanhar o BTS Sky Train ou o metro MRT até à tua estação de destino.

Clica aqui para fazeres uma pesquisa de voos para Bangkok: Voos Bangkok

avião chiang mai

  • Autocarro ou Mini-Bus

É possível chegar a Bangkok de autocarro ou mini-bus de praticamente todo o lado na Tailândia assim como dos seus países vizinhos. O maior terminal de autocarros em Bangkok é o Mo Chit Bus Terminal e é o ponto de chegada de autocarros provenientes das regiões do norte, centro, este e noroeste da Tailândia assim como de alguns destinos no Camboja e Laos. Está localizado na Kamphaeng Phet 2 Road na zona de Chatuchak, no norte de Bangkok.

O terminal de autocarros Sai Tai Mai Taling Chan (Southern Bus Terminal) está localizado na Borommaratchachonnani Road, na zona de Taling Chan, e é o ponto de chegada dos autocarros provenientes das regiões do Sul e Oeste da Tailândia (caso vás ou venhas da zona de Phuket ou Krabi, este é o terminal de chegada). O terceiro terminal de autocarros em Bankok chama-se Ekkamai Bus Terminal e é o ponto de chegada e partida de autocarros de e para a zona Este da Tailândia incluindo Aranyaprathet, junto à fronteira com o Camboja. Está localizado na Sukhumvit Road no distrito de Klongthoey.

Faz a tua pesquisa através do site 12go.asia, para obteres mais info sobre horários e preços. (site de confiança, já o usei nas minhas viagens pela Tailândia)

Como chegar a Chiang Mai | Bangkok

  • Comboio

O comboio é uma boa alternativa para viajar pela Tailândia e para chegar a Bangkok. É barato e oferece uma experiência mais autêntica. Eu já fiz por 2 vezes o percurso BangkokChiang Mai e vice versa num comboio nocturno, e posso garantir que a experiência foi muito boa.  A estação de comboios Hua Lamphong está localizada no distrito de Pathum Wan, perto da China Town e está ligada à rede de MRT, existindo uma estação com o mesmo nome.

Embora seja possível comprar bilhetes directamente na estação, sugiro que a compra seja feita com alguma antecedência e de preferência online. Aqui podes usar também o site 12go.asia. A compra é feita online e depois é apenas necessário levantares os bilhetes nos seus escritórios localizados no edifício DOB em frente à estação de Hua Lamphong ou no Bossotel em Chiang Mai. Para info detalhada sobre as rotas e comboios consulta o site Seat 61.

Chiang Mai | Bangkok


Onde ficar em Bangkok

Bangkok divide-se em dezenas de zonas, sendo que as mais importantes e centrais são as que indico abaixo. A seguir ao nome de cada zona, encontras uma pequena descrição para que possas fazer a tua escolha quanto à zona mais indicada para ficares em Bangkok.

  • Silom

Silom é o centro financeiro e empresarial de Bangkok. E é aqui também que encontras o “Red Light District” de Patpong, famoso pela sua intensa vida noturna. Está recheado de hotéis de média e elevada categoria e restaurantes de vários tipos. É, sem dúvida, uma das zonas mais intensas da capital tailandesa praticamente 24 horas por dia.

Alojamento em Silom

  • Sukhumvit

Se procuras uma grande variedade de restaurantes, lojas e vida noturna, esta é a zona indicada para ti. Aqui sentes o intenso lado cosmopolita de Bangkok, num ambiente sofisticado e moderno.

Alojamento em Sukhumvit

  • Siam

Teres a oportunidade de fazer compras até cair para o lado, ou até teres de comprar uma mala extra para levar tudo para casa entusiasma-te? Sim? Ok, então Siam é a área certa para ti. É aqui que se encontram alguns dos maiores centros comerciais de Bangkok como o Siam Discovery Center, o MBK Center, o Siam Center e o Siam Paragon.

Alojamento em Siam

  • Chinatown

Se adoras comer e experimentar novos pratos, como eu, então vais adorar Chinatown. São centenas de bancas e mais bancas de comida de rua, cada uma com uma oferta mais deliciosa que a anterior. Aproveita para visitares também os fantásticos templos chineses que aqui se encontram. Ficar aqui é ficar no meio de um ambiente sempre animado e dinâmico.

Alojamento em Chinatown

  • Khao San / Banglamphu

A zona de Khao San é a meca dos backpackers em Bangkok. Hostels com fartura (a preços reduzidos), backpackers com fartura, diversão com fartura. Se procuras um ambiente animado e conhecer outros viajantes, esta é a zona indicada para ti.

Alojamento em Khao San

  • Riverside (zona ribeirinha)

Esta é uma das zonas mais fascinantes de Bangkok. Ficares nesta zona significa assistires ao vai e vem dos barcos que percorrem o rio Chao Phraya e os seus canais e estares perto de vários templos e outras atracções. As margens do rio estão repletas de alguns dos melhores hotéis da cidade.

Alojamento em Riverside

  • Old City (Rattanakosin)

Não há zona onde estejas mais perto das principais atracções de Bangkok como esta. É aqui que encontras o Grand Palace, o Wat Phra Kaew, o Wat Mahathat ou o Wat Pho.

Alojamento na Old City


Transportes em Bangkok

Bangkok é uma das maiores e mais movimentadas cidades do Sudeste Asiático com uma rede de transportes públicos que lhe faz justiça. A escolha é larga: desde o MRT ao BTS e Airport Rail Link, passando pelos táxis, moto-táxis ou tuk-tuks. O que não falta é escolha para te poderes movimentar para todos os cantos desta cidade fascinante.

  • MRT

O MRT é o metro de Bangkok. Cobre praticamente a cidade inteira de uma forma rápida e a um preço muito acessível. São 35 estações ao longo de 43 kms. Para mais info sobre os bilhetes e o mapa de rede consulta o site oficial.

Bangkok

Foto de Devon in Transit

  • BTS

O BTS é uma forma fantástica de te deslocares na cidade. Para além de chegares ao teu destino de forma rápida e confortável, ainda vês as vistas pelo caminho. É também chamado de “sky train”. É composto por 2 linhas: a linha Silom que liga o Sul e o Oeste e a linha Sukhumvit que liga o Norte ao Este. Para mais info consulta o site oficial.

Bangkok

  • Airport Rail Link

O Airport Rail Link é a melhor forma de chegares do Aeroporto de Suvarnabhumi ao centro de Bangkok. Por menos de 1 euro e no máximo de 30 minutos chegas ao centro da cidade num transporte prático e confortável.

Bangkok

  • Táxi

Não é raro entrares num táxi em Bangkok e teres de negociar o valor porque o taxímetro está “avariado”. É um esquema bastante vulgar na cidade, por isso insiste sempre em apenas fazer viagens em táxis que liguem o taxímetro quando tu entras ou quando tu pedes especificamente que o façam. Como alternativa podes sempre usar o Uber (inscreve-te com este link para receberes uma viagem grátis), a GrabTaxi ou a All Thai Taxi.

Bangkok

Foto de The Continental Hotel

  • Moto-táxi

É normal encontrares as moto-táxis nas esquinas de ruas, junto a grandes cruzamentos. É uma boa alternativa caso estejas a deslocar-te sem malas e pretendas chegar de forma rápida a algum lado dentro da cidade.

Bangkok

  • Autocarros públicos

Se procuras uma das formas mais autênticas de te deslocares em Bangkok, então os autocarros públicos são a opção certa para ti. Por preços muito reduzidos consegues deslocar-te para todos os cantos da cidade. No entanto é bom que estejas preparada para umas horas passadas no trânsito caótico da cidade. Vais precisar do mapa com as rotas, que poderás encontrar na maior parte das estações de autocarro. Existem vários tipos de autocarro:

-os normais (de cor vermelha a 7 bahts/bilhete e os azuis-claro a 8 bahts);

-os expressos (a 8,5 bahts);

-os com ar condicionado (de cor azul com bilhetes entre os 9 e os 19 bahts);

-os nocturnos (de cor vermelha a 8 bahts por bilhete) e

-os mais recentes EURO II (de cor laranja, com bilhetes entre os 12 e os 22 bahts).

O dinheiro é entregue ao condutor sendo preferível que tenhas moedas pequenas contigo. Como os destinos dos autocarros estão escritos em tailandês, é importante que estudes bem o mapa e decores o número e cor do autocarro para o destino em causa.

Bangkok

  • Tuk Tuk

Os tuk tuks são um dos elementos icónicos de Bangkok e, até ao aparecimento do MRT e do BTS, uma das formas de transporte mais usadas na cidade. O valor tem sempre de ser negociado previamente sendo que o mínimo não deverá normalmente ir abaixo dos 30 bahts para distâncias muito curtas.

Bangkok

Foto de Hejorama


O que comer em Bangkok

Bangkok tem uma das mais deliciosas e variadas gastronomias do mundo. Confesso que das vezes que lá fui, passei algum tempo (demasiado se calhar!) a deliciar-me com todos os pratos e iguarias deliciosas que fui encontrando, quer em Chinatown, quer nos vários mercados espalhados pela cidade. Para mais info sobre os vários pratos tailandeses dá uma vista de olhos neste artigo que escrevi com um Top 10 – Pratos típicos da Tailândia.

Pratos típicos da Tailândia


O que ver e fazer em Bangkok

  • Wat Pra Kaew (Templo do Buda de Esmeralda)

Existem mais de 400 templos espalhados por Bangkok por isso não admira que sejam uma das principais atracções para quem visita a cidade pela primeira vez. O Wat Pra Kaew é um dos 3 mais visitados. Um dos seus principais atractivos é o Buda Esmeralda esculpido numa pedra de Jade com 66 cm de altura. É um espaço enorme, com 94 hectares, preenchido por cerca de 100 edifícios. Podes contratar um Guia no interior do recinto ou alugar um audio-guia por 200 bahts e 2 horas para ficares a perceber melhor a história por trás deste templo majestoso.

Morada: Th Na Phra Lan | Bilhete: 500 bahts | Horário: 08h30 – 15h30

Bangkok

Foto de Anilblon

  • Wat Pho (Templo do Buda Reclinado)

O Wat Pho é o segundo dos 3 templos budistas mais visitados em Bangkok e um dos maiores e mais antigos também. Uma das suas principais atracções é o famoso Buda reclinado dourado com 15m de altura e 43m de comprimento, e pés de 4m decorados com madre-pérola. O templo está localizado mesmo ao lado do Grande Palácio Real. Curiosamente é também o local onde se encontra a primeira escola de Massagem Tailandesa, por isso podes aproveitar para descansares o corpo depois da visita ao templo, com uma massagem tailandesa original!

Morada: Maharat Road, Old City (Rattanakosin) | Bilhete: 100 bahts | Horário: 08h – 17h (massagens até às 18h)

Bangkok

  • Wat Arun

O Wat Arun é o 3º templo budista mais visitado em Bangkok. O seu nome significa “Templo da Madrugada” e está localizado do outro lado do rio, no lado oposto do Grande Palácio Real e do Wat Pho. O templo é especialmente conhecido pela sua Torre em estilo Khmer com 82m de altura, rodeada por 4 torres mais pequenas decoradas com cerâmica chinesa. Oferece um cenário fantástico ao pôr-do-sol, no entanto a melhor altura para visitá-lo é de manhã bem cedo para evitar as multidões. Para chegares até lá precisas de apanhar um barco no cais Sapphan Taksin e sair no cais 8. Daqui e por apenas 3 bahts, és levada num barco shuttle até ao outro lado do rio onde se encontra o Wat Arun.

Morada: no lado oeste do Rio Chao Praya (lado oposto ao cais Tha Thien) | Bilhete: 100 bahts | Horário: 08h – 18h

Bangkok

Foto de Thousand Wonders

  • Grande Palácio Real

Construído em 1782, o Grande Palácio Real foi, durante cerca de 150 anos, a residência oficial da família real da Tailândia. Hoje em dia é uma das principais atracções de Bangkok e o local usado para comemorações e cerimónias oficiais. É composto por uma série de outros edifícios onde se inclui o já referido Wat Pra Kaew. É importante que tenhas em atenção que o código de vestuário no Grande Palácio Real é bastante rigoroso. As mulheres não podem entrar de ombros e pernas à mostra e os homens deverão usar calças compridas e camisas/tshirts com mangas. No entanto podes alugar camisas e panos para enrolares à volta das pernas à entrada. Aconselho no entanto a levares a tua própria roupa. Não é muito higiénico usares roupa que já foi usada inúmeras vezes por outras pessoas.

Morada: Na Phra Lan Road, Old City (Rattanakosin) | Bilhete: 500 bahts | Horário: 08h30 – 15h30

Bangkok

Foto de Rahlat

  • Mercados flutuantes

O Taling Chan Market, o Bang Ku Wiang Market, o Tha Kha, o Damnoen Saduak, o Amphawa Floating Market, o Bang Khu Wiang Floating Market, o Bang Nam Pheung Floating Market, o Khlong Lat Mayom Floating Market são 8 mercados flutuantes localizados nas imediações de Bangkok. Uns mais turísticos do que outros, mas uma visita a qualquer um deles oferece uma experiência única durante uma visita a esta cidade. Os mais conhecidos e visitados são o Khlong Lat Mayom, o Damnoen Saduak e o Amphawa.

Khlong Lat

O Khlong Lat está localizado a cerca de 20kms de Bangkok e é acessível através de táxi a partir da estação BTS Wongwian Yai. É o menos turístico dos 3 mercados, podendo ser adicionado o mercado Taling Chan à visita. Está aberto aos fins de semana e feriados oficiais, das 09h30 às 16h30.

Damnoen Saduak

O Damnoen Saduak é o mais famoso mercado flutuante em Bangkok e aconselha-se uma visita de manhã cedo. Está localizado a cerca de 30/40 minutos de Bangkok na província de Ratchaburi e aberto diariamente, das 07h às 12h. Podes meter-te num tour para ir até lá ou então apanhares um táxi até ao Terminal de Autocarros Sai Tai Mai Taling Chan e apanhar o autocarro #78 que te deixa a 1km do mercado. Daí podes ir a pé ou apanhar um táxi até lá.

Amphawa

Finalmente, o Amphawa, é o segundo mercado flutuante mais conhecido em Bangkok. Não é tão autêntico como o Khlong Lat mas é menos turístico que o Damnoem Saduak. Está localizado a cerca de 50kms de Bangkok e o seu principal atrativo é o marisco grelhado fantástico que se pode comer nas margens do rio. Depois do passeio pelo mercado, vale a pena visitar de barco os canais que o rodeiam e o templo Wat Bang Koong. Está aberto à 6ª feira, Sábado e Domingo, das 12h às 20h. Uma das formas mais simples de chegar até lá é meteres-te numa mini-van, por 80 bahts, que encontras ao lado do Victory Monument e que demora cerca de 1h15 a chegar (sem trânsito).

  • China Town

Esta é uma das minhas zonas preferida em Bangkok. Um ambiente caótico, cheio de cores, luzes, cheiros e sabores deliciosos. Adoro percorrer as inúmeras bancas de comida de rua e provar uma iguaria de cada uma delas. Se puderes, tenta visitar a China Town na altura do Ano Novo Chinês (Fevereiro) e do Festival Vegetariano (estende-se por 9 dias no início de Outubro) para a veres no seu melhor.

Bangkok

Foto de Duke Language

  • Passear nos canais do Rio Chao Phraya

Esta é uma experiência obrigatória numa visita a Bangkok. Podes meter-te num tour ou alugar um long boat privado com condutor por algumas horas. Percorrer os canais do rio Chao Phraya significa visitar um outro lado de Bangkok. Significa passar algumas horas num ambiente relaxado e pitoresco entre casas de madeira construídas em cima da água, a ocasional vendedora de souvenirs num barco e crianças que brincam nas suas águas.

Bangkok

  • Mercado Chatuchak

Não te admires se tiveres de comprar outra mala adicional depois de uma visita ao mercado Chatuchak. São bancas, bancas e mais bancas (na verdade, mais de 8000) de todo o tipo de souvenirs, artesanato, acessórios, comida, roupa e afins. Treina bem essas skills de negociação antes de lá ires! O mercado está aberto às 6ªs (das 18h às 24h), e Sábados e Domingos (das 09h às 18h). É aconselhável ires de manhã, altura em que ainda não se encontram lá grandes multidões e te podes movimentar mais facilmente nas suas ruas. Para chegares lá, apanha o skytrain (BTS) e sai na estação de Mo Chit.

Bangkok

Foto de Home is Where Your Bag Is

  • Khao San Road

A conhecida meca dos backpackers em Bangkok. Mesmo que não fiques lá alojada, é sempre interessante ir conhecer este local mítico em Bangkok. São dezenas e dezenas de restaurantes, bares, lojas e hostels numa rua que de tradição tailandesa não tem absolutamente nada. Para lá chegares podes ir de táxi ou apanhar os autocarros 157, 171, ou 509 na estação do Hospital Rajavithi na zona de Victory Monument e sair no cruzamento de Khok Wua.

Bangkok

Foto de Ethno Traveler

  • Jim Thompson’s House

A casa do famoso empreendedor norte-americano Jim Thompson é uma das atracções mais bonitas de Bangkok. O Jim Thompson mudou-se para a Tailândia após ter sido dispensado do serviço militar em 1946, e dedicou-se durante mais de 30 anos à indústria da seda Tailandesa. Era também um ávido coleccionador de arte asiática, sendo a sua casa um testemunho incrível dessa sua paixão. Desapareceu misteriosamente na selva malaia em 1967, no pico do seu sucesso. A sua casa é hoje um museu fantástico repleto de fascinantes peças de arte e jardins exóticos, sendo a visita acompanhada por um Guia. Para chegares até lá, apanha o BTS e sai na saída 1 da estação National Stadium, vira à direita para a Soi Kasemsan 2 e continua a andar até chegares à casa.

Morada: Soi Kasemsan 2 | Bilhete: 150 bahts | Horário: 09h – 18h | Websitewww.jimthompsonhouse.com

Bangkok

Foto de Novotel Bangkok Impact

  • Sky Bar do Hotel Lebua At State Tower 

Existem vários Sky Bars em Bangkok, mas o Sky Bar do Hotel Lebua At State Tower é hoje particularmente famoso pelo facto de ter sido cenário de uma das cenas do filme “A Ressaca II“. É o local ideal para usufruíres de uma das melhores vistas sobre Bangkok a 63 pisos de altura, embora fique sempre bastante cheio. Quando lá fores tenta ir um bocadinho mais aperaltada, pois existe código de vestuário. Se chegares antes da abertura do Sky Bar às 18h, podes sempre ir beber um cocktail e ver o pôr-do-sol ao Distil, onde apesar da vista não ser tão boa como no Sky Bar encontras menos confusão e um ambiente mais tranquilo. Para chegares lá, sai na estação BTS de Saphan Taksin.

Morada: Silom Road, Bangrak | Horário: 18h – 01h | Websitewww.lebua.com/sky-bar

Bangkok

Foto de Passion 4 Luxury

  • Lumpini Park

O Lumpini Park é o maior parque público da cidade e está para Bangkok como o Central Park está para Nova Iorque. É um bom local para fugires por alguns momentos à agitação e caos constantes da cidade, podendo relaxar num ambiente verde e descontraído. Podes alugar um barco e dar uma volta no seu lago, aproveitar para fazer algum exercício ou apenas deitares-te na relva e ver a vida passar calmamente. Para chegares lá sai nas estações MRT de Silom ou Lumphini.

Morada: Rama IV Road, Pathumwan | Horário: 04h30 – 21h

Bangkok

Foto de 1 Zoom

  • Patpong

Patpong é um dos Red Light Districts mais conhecidos de todo o mundo. Está recheado de bares, discotecas e strip bars mas é também o lar de um dos mercados nocturnos mais conhecidos de Bangkok. Confesso que não é o meu local preferido de Bangkok. Não sou fã do ambiente que por lá se vive, mas é parte intrínseca da cidade. Para chegares até lá podes sair na estação BTS de Sala Daeng ou na estação MRT de Silom.

Morada: Entre a Silom Road e a Surawong Road

Bangkok


Mapa de Bangkok

Neste mapa encontras a localização dos vários locais referidos neste Guia de Viagem sobre Bangkok. Locais a visitar, melhores zonas onde ficar, terminais de autocarros, estação de comboios e aeroportos. Guarda o mapa na tua App do Google Maps (iPhone ou Android) para te poderes orientar melhor quando estiveres em Bangkok.

 

Boa viagem! 🙂

 

Nascida e criada em Lisboa, Portugal, mas apaixonada pelo mundo. Adoro partilhar as minhas histórias de viagem, fotografias e videos e aconselhar e inspirar quem partilha a mesma paixão pelas viagens!