Quem seguiu as crónicas de viagem que escrevi durante a minha viagem de 3 semanas a solo pelo Peru, já deverá saber por esta altura que esta foi uma das viagens mais recheadas de aventura da minha vida. Parti para o Peru sem grandes expetativas e voltei de coração cheio e memórias inesquecíveis. Abaixo encontras uma lista de 10 coisas a fazer e visitar no Peru. Espero que este artigo te ajude a planear a tua viagem por este país fantástico e a aproveitar ao máximo a experiência!

Para mais info e dicas sobre o País, lê o artigo Peru | Guia e Dicas de Viagem. E certifica-te de que viajas em segurança com um bom Seguro de Viagem!


1| Conhecer a beleza natural das Islas Ballestas

Peru | Paracas

Localizadas ao largo da costa de Paracas, a cerca de 260kms de Lima, as Islas Ballestas são uma das principais atrações para quem visita esta zona do Peru. Habitadas por uma grande variedade de espécies animais, estas ilhas são um verdadeiro paraíso para os amantes de vida selvagem. Prepara-te para estares lado a lado com leões marinhos, pinguins, pelicanos e, com sorte, até golfinhos, no seu habitat natural. A caminho das Islas ainda terás a oportunidade de ver de perto um dos maiores mistérios do Peru: o “Candelabro”, um desenho feito nas dunas que se tem vindo a preservar durante milhares e milhares de anos, sem qualquer certeza sobre a sua verdadeira origem, apenas muitas especulações e teorias. Podes adquirir o tour online previamente, diretamente com o teu hostel em Paracas ou numa das agências de viagem que por lá se encontram.

Sugestão de Alojamento em Paracas: Paracas Backpackers House

2| Voar sobre as linhas de Nasca

Nazca | Peru

As linhas de Nasca, descobertas em 1930 após o primeiro voo sobre a zona em questão, são um dos maiores mistérios do mundo. Desenhadas no vale desértico que rodeia Nasca, no distrito de Ica, a sua origem permanece um mistério até aos dias de hoje. O conjunto das linhas é composto por simples linhas geométricas, mas nalguns casos é possível ver claramente desenhos que representam animais (como a baleia ou o colibri) ou figuras semi-humanas (como o astronauta). Só é possível ver as linhas completamente sobrevoando a zona, e isto é algo que podes fazer facilmente adquirindo um voo online, através do teu hostel, das muitas agências de viagens disponíveis em Nasca ou diretamente no aeroporto, onde por vezes até consegues valores mais baixos que os normais. Um conselho: se costumas enjoar em movimento então sugiro que evites comer muito antes do voo e/ou que tomes um comprimido para o enjoo antes de embarcares. O avião faz alguns malabarismos para conseguir fazer com que todos os passageiros (normalmente 5 a 6) consigam ver as linhas devidamente.

Sugestão de Alojamento em Nasca: Nasca Travel One Hostel

3| Fazer um trekking até ao fundo do Canhão de Colca

Trekking Canhão de Colca

Confesso que esta foi uma das experiências mais dificeis da minha vida, mas também uma que me deixou com memórias inesquecíveis e uma história incrivel para contar depois! Tens a opção de fazeres um trekking de 2 dias ou o de 3 dias. Se não és propriamente uma trekker experiente, então sugiro que optes pela opção dos 3 dias que te permite percorrer o mesmo caminho até ao fundo do Canhão de Colca mas de forma mais descontraída do que o de 2 dias. As noites (ou noite) são passadas em alojamentos locais localizados no caminho. Em alternativa ao trekking, caso tenhas pouco tempo, poderás sempre optar pelo Tour que te leva a visitar alguns locais turisticos na zona do Vale de Colca. Tanto o trekking como o tour poderão ser adquiridos online ou através de uma das muitas agências de viagens localizadas em Arequipa, a cidade de onde saem a maioria dos tours para o Vale de Colca.

Sugestão de Alojamento em Arequipa: Los Andes Bed & Breakfast

4| Visitar Machu Picchu

Machu Picchu | Peru

Ir ao Peru e não visitar Machu Picchu é… sim, isso mesmo: como ir a Roma e não ver o Papa (que raio de expressão…). Machu PIcchu é o ponto alto para a grande maioria das pessoas que escolhem o Peru como seu destino de viagem. Independentemente da opção que venhas a escolher para lá chegar (trekking de 5 dias pelo Vale Sagrado, de comboio, de carro ou um misto de carro e trekking), de uma coisa podes estar certa: será uma experiência inesquecível e o que encontrarás lá não te desiludirá. Não te esqueças de comprar o teu bilhete para Machu Picchu com antecedência, principalmente se planeias incluir na visita uma subida a Huayna Picchu, a montanha que te oferece uma vista incrível sobre as ruínas e sobre a paisagem incrivel que as rodeia, já que o número de acessos é limitado. Os bilhetes podem ser comprados através de uma agência de viagens ou online através do website oficial http://machupicchu.gob.pe.

Sugestão de Alojamento em Cusco: Niños Hotel Meloc

5| Percorrer o Vale Sagrado

peru

O Vale Sagrado, localizado a cerca de 15km de Cusco, estende-se entre Pisac e Ollantaytambo, e é, a par de Machu Picchu, uma das principais atrações de quem visita esta zona. É o lar de várias ruinas históricas e foi em tempos o centro espiritual, político e agricultural dos Incas, daí o nome de Vale Sagrado. É um bom tour a fazer antes de seguires para Machu Picchu já que poderás terminar em Ollantaytambo de onde poderás seguir de comboio até Águas Calientes, a povoação mais perto das ruinas de Machu Picchu. O tour poderá ser adquirido numa das várias agências de viagem em Cusco ou online.

6| Sentir a “emoção” nas dunas de Huacachina

Sabes aqueles Oásis no meio das dunas do deserto que vemos por vezes em filmes e que parecem completamente surreais? Pois Huacachina é um desses Oásis. Localizada no meio do deserto que rodeia a cidade de Ica, esta pequenissima cidade localiza-se à volta de um lago cuja lenda reza que foi formado pelas lágrimas de uma viúva que entretanto se transformou em sereia (dava um bom filme!). No entanto, quem procura Huacachina não a procura pela sua “estonteante” beleza natural, mas sim pelas enormes dunas de areia que a rodeiam e pela adrenalina que oferecem! O tour mais procurado é o do passeio de buggy pelas dunas (com muita “emoção”!), acompanhado por algumas sessões de sandboarding. Confesso que não me aventurei com as velhas pranchas de snowboard dunas abaixo, mas adorei o passeio de buggy! Podes adquirir o tour online ou numa agência de viagens localmente.

Sugestão de Alojamento em Huacachina: Desert Nights Ecocamp

7| Dormir na casa de uma familia local no Lago Titicaca

lago titikaka | Peru

Uma das melhores experiências que tive no Peru foi a de ter tido a oportunidade de conviver diretamente e passar a noites na casa de uma familia local numa ilha isolada no meio do Lago Titicaca, ao largo de Puno. O Lago Titicaca é o mais elevado lago navegável do mundo localizado entre o Peru e a Bolivia. É um local único e extremamente tranquilo que te oferecerá um precioso momento de relaxamento e descontração depois da adrenalina das atividades anteriores. Numa das suas ilhas, a Ilha Amantani, terás a oportunidade de ficar alojada na casa de uma familia local no meio de um ambiente extremamente autêntico. Poderás reservar um tour que inclua transporte e alojamento ou então adquirir o bilhete de barco diretamente no porto de Puno e reservar alojamento diretamente com a familia com que eu fiquei, a da Aurélia Mamanicalcin, que adorei e que recomendo a 100%. Deixo-te aqui os contactos diretos da D. Aurélia e da filha Yeny: 0051 995814889 (Aurelia) e 0051 985465483. A noite fica-te a 45 soles por pessoa com todas as refeições (absolutamente deliciosas) já incluidas.

8| Visitar a selva amazónica em Iquitos ou Puerto Maldonado

peru

Visitar a selva amazónica é algo que já está na tua Bucket List há demasiado tempo? Então aproveita a tua viagem ao Peru para tratares do assunto. A selva poderá ser visitada a partir de Iquitos, no norte, ou a partir de Puerto Maldonado no sudeste do país. Os tours variam bastante de preço dependendo do número de dias que pretendas passar na selva e do tipo de alojamento que escolheres. Eu não cheguei a fazer este tour por falta de tempo, mas os mais baratos que encontrei foram os tours disponíveis através do Tambopata Hostel.

Sugestão de Alojamento em Puerto Maldonado: Tambopata Hostel

9| Surfar na maior onda do mundo em Puerto Chicama

Não há surfista que se preze que não saiba que a onda mais longa do mundo se encontra no Peru, mais concretamente em Puerto Chicama (também conhecido como Puerto Malabrigo), no norte do país, a cerca de 70kms a norte de Trujillo. Esta meca do surf é um dos destinos mais procurados pelos amantes de ondas de todo o mundo e oferece uma onda surfável até cerca de 2 kms. Tornou-se mais conhecida em 2012 depois do Peruano Cristobal de Col ter estabelecido um novo recorde do Guiness ao ter feito 34 manobras numa só onda

Alojamento em Puerto Chicama

10| Sobrevoar Lima de parapente

lima | peru

Last but not least, uma das atividades que estive quase, quase, quase para fazer mas que acabei por deixar passar por várias razões, mas não por falta de vontade! Em Lima, a capital do Peru, ao passares pela marginal, também conhecida como o Malecón, verás com frequência vários parapentes a sobrevoarem a costa. Se continuares o teu passeio pelo Malecón de Miraflores em direção ao Farol, encontrarás o local de descolagem e se fores como eu, vai ser dificil resistires à tentação de te aventurares falésia abaixo numa experiência decerto inesquecível. Um voo de 10 minutos custar-te-á $85. Sim a tua carteira ficará beeeem mais leve no espaço de 10 minutos mas em compensação levas uma memória para a vida!

Sugestão de Alojamento em Lima: Chaski Lodge

Nascida e criada em Lisboa, Portugal, mas apaixonada pelo mundo. Adoro partilhar as minhas histórias de viagem, fotografias e videos e aconselhar e inspirar quem partilha a mesma paixão pelas viagens!